top of page
Buscar
  • barauceds

Autoconhecimento? Só se conhecer NÃO adianta, e hoje eu vim te explicar por que!

O termo autoconhecimento tem ganhado cada vez mais espaço no dia a dia da nossa sociedade atual.


Todo mundo fala sobre, todo mundo insiste na importância de desenvolver, e inclusive tem bastante gente monetizando o conceito e criando várias receitas ai que prometem te ajudar a se conhecer e a partir disso conquistar fortunas, um namorado ou qualquer coisa que seja a sua "dor" que aquele empreendedor quer suprir.


Na contramão também vejo muitos colegas, principalmente os afeitos à psicanálise, falando do vazio desse conceito, dos perigos e implicações que existem em achar que se conhecer resolve tudo, pontuando que na verdade se permitir se desconhecer é ainda mais efetivo.


Hoje eu resolvi falar um pouco sobre o que eu penso sobre isso, já que é uma discussão que toca muito no meu fazer enquanto psicóloga com percurso em psicanálise.


Sabe, na verdade eu não vejo problema nenhum na difusão do conceito por aí. Acho sim importante que as pessoas tenham interesse em se conhecer, se apropriar de suas histórias e construir caminhos mais genuínos e alinhados com aquilo que realmente são (e não com base naquilo que se acha ser a partir de visões idealizadas que possuem do que é a vida e do que são).


Mas também acho importante destacar duas coisas:


1) Só se conhecer, não faz milagre.

É muito fácil utilizar o autoconhecimento para se apoiar em rótulos e como justificativa para tudo aquilo que incomodou. É o famoso "ah, eu sou assim mesmo, porque quando eu era pequena... e não vou mudar". Autoconhecimento sem responsabilização, implicação e ação não adianta em nada efetivamente - ele vira apenas uma muleta na qual você se apoia pra continuar não refletindo sobre as situações da sua vida.


2) As promessas de resultado realmente são um problema!

Acho perigoso quando profissionais começam a prometer demais em nome desse conceito. A grande maioria não é nem capacitado para lidar com as consequências que podem ser geradas pelo processo de se aprofundar na sua própria história. Não é só de coisa bonita que se trata, é um processo doloroso e pode sim ser traumático se não conduzido corretamente. Neste sentido, algo que promete resolver a sua vida, pode na verdade dificultar ainda mais. Por isso, é extremamente importante que ao decidir investir em autoconhecimento, se faça de forma responsável e com apoio de profissionais capacitados sempre que possível.


Enfim, o problema não está no conceito em si. Está na forma em que se utiliza, e em como ele vem sido transformado em mercadoria.


Com carinho,

Dominique S. Barauce

CRP 08/25857

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page