top of page
Buscar
  • barauceds

Nem vilão, nem mocinho: a importância de aprender a lidar com os seus sentimentos

(Imagem: Freepik)

Uma das queixas mais comuns que eu encontro no meu consultório, é a dificuldade imensa que a grande maioria das pessoas possui em lidar com seus próprios sentimentos, principalmente aqueles que elas classificam como "ruins'. Não costuma ser a queixa principal, mas na grande maioria das vezes essa dificuldade aparece por trás da queixa que trouxe essa pessoa até o acompanhamento psicológico.


Percebo que sentimentos como medo, raiva, ódio, tristeza, desconforto, angústia, frustração, insatisfação costumam ser no mínimo ignorados pelas pessoas quando surgem, sendo que na grande maioria das vezes são rejeitados. É como se fosse errado sentir tais coisas.


Mas a questão é que, independente do valor atribuído àquilo que você está sentindo, todo sentimento tem seu lugar e deve ser acolhido.


Mas calma! Não estou dizendo que você precisa gostar de se sentir desconfortável ou angustiado, ou ser grato por isso estar acontecendo. Muito pelo contrário: eu quero te ensinar o principal caminho para lidar de forma saudável com esse tipo de sentimento.


E esse caminho se chama elaboração. É só acolhendo e sentindo tais sentimentos quando eles ocasionalmente surgirem, que você vai conseguir caminhar no sentido da elaboração disso que você sente.


Elaborar um sentimento significa pensar sobre os motivos de tal sentimento ter aparecido, quais são as situações em que determinados sentimentos aparecem, o que eles causam em você quando aparecem, o que você faz para evitá-los... ou seja, ouvir, refletir e entender sobre esse sentimento, assim como fazer algo efetivo com ele.


É apenas com o acolhimento e a elaboração que você pode efetivamente dar um destino saudável para isso que você sente, e efetivamente diminuir os impactos desses sentimentos "ruins" na sua vida.


Com a psicanálise aprendemos que tudo aquilo que não nos permitimos sentir, não elaboramos ou não colocamos em palavras pode se transformar em sintoma. Então calar aquilo que você sente, por pior que seja o sentimento, pode transformá-lo em algo ainda pior mais tarde.


Que tal, então, ficar mais íntima(o) dos seus sentimentos?


Cada uma das coisas que sentimos tem um espacinho em nossas vidas: mesmo as ruins.


Não existe um sentimento "vilão" e outro "mocinho", cada um deles tem um PORQUE ao surgir naquele momento específico da sua vida.


O sentimento normalmente aparece como resposta a alguma situação, a algo que está acontecendo a sua vida. E ouvir ele é a melhor coisa que você pode fazer para lidar com a situação.


Toda vez que você silencia um sentimento, você perde a oportunidade de aprender com aquela situação, e entender o que exatamente ela produz em você.


E isso serve inclusive para aqueles sentimentos que aparecem sem um motivo aparente: quando isso acontece, temos uma evidência bastante importante de que o seu inconsciente está tentando chamar a atenção para alguma coisa que você vem há muito tempo insistindo em não olhar.


Da próxima vez que um sentimento ruim aparecer, lembra de tudo o que eu te disse aqui hoje, e o acolha. É só refletindo sobre ele e elaborando que você vai conseguir efetivamente dar um destino para isso que sentiu.


E se você tem muita dificuldade de lidar sozinha com os seus sentimentos, busque psicoterapia!


Com carinho,

Dominique S. Barauce

CRP 08/25857.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarii


bottom of page