top of page
Buscar
  • barauceds

Por que é tão difícil tomar decisões?


Um dos temas mais comuns de aparecer no meu dia a dia no consultório, é a dificuldade na tomada de decisões.


Muitas vezes, mesmo sabendo qual seria a melhor decisão a ser tomada racionalmente, a gente acaba não conseguindo efetivamente decidir e seguir em frente em determinados assuntos.


Você já parou pra pensar no motivo de isso estar acontecendo com você?


Hoje eu vou elencar 4 motivos que podem estar te travando na hora de tomar decisões.


1) Insegurança

Pessoas que são inseguras em relação a si mesmas muitas vezes tornam-se inseguras também em relação às suas escolhas. Se você não consegue confiar nos seus próprios julgamentos e na sua capacidade, acaba ficando difícil confiar que você está fazendo uma escolha correta.


2) Ansiedade

Muitas vezes a sensação de querer ter tudo sob controle que a ansiedade te traz pode ser um dos elementos que te trava na hora de tomar decisões.


Seja porque em algum momento por ser ansioso você acabou tomando uma decisão precipitada da qual se arrependeu no passado, ou porque a própria necessidade de tomar uma decisão seja um fator ansiogênico pra você, e por isso você evita sempre que possível essa tomada de decisão.


3) Medo de escolher algo para perder

Sempre que pensamos nas decisões, costumamos olhar principalmente para os ganhos daquilo que iremos escolher. Porém, toda escolha envolve uma renúncia, e mesmo que de forma inconsciente, pode ter algo nesta escolha que você não quer perder.


Na grande maioria das vezes em que há uma dificuldade na hora de realizar escolhas, este medo aparece. Isso porque é muito difícil escolher o que vamos deixar para trás, ainda mais neste momento em que a sociedade cobra que a gente dê conta de tudo.


4) Não se permitir errar

O medo de fazer a escolha errada também sempre aparece, e muitas vezes ele está atrelado a uma baixa tolerância aos próprios erros, a uma busca incessante por ser perfeito.


Aí você acaba ficando esperando o momento certo para tomar a decisão, aquele momento em que você tem certeza absoluta de que aquela é a escolha certa... mas esse momento nunca chega.


Qual é o nível de tolerância que você tem com seus próprios erros? Já parou pra pensar nisso ou você se cobra como se fosse um robô?


Para pessoas que sofrem com algum desses 4 pontos, muitas vezes nem as melhores ferramentas práticas de tomada de decisão ajudam.


Isso porque é de outro nível de dúvida que estamos falando, que perpassa por questões muito mais profundas.


A psicoterapia pode ser uma aliada importantíssima para te ajudar a passar por isso, e ver a tomada de decisão como algo importante sim, mas não como um bicho de sete cabeças.


Lembre-se: não escolher também é uma escolha, e permite que outras pessoas escolham por você. Porém, essas escolhas feitas por outros nem sempre irão ao encontro do que você gostaria de realizar.


Com carinho,

Dominique S. Barauce

Psicóloga

CRP 08/25857

88 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page